A Sapra Landauer realiza, no próximo dia 29 de agosto, em São Paulo, o II Encontro de Proteção Radiológica em Radiologia Intervencionista. O evento será no Hotel Estanplaza Paulista, das 14 às 17:30 horas, e deverá reunir dezenas de profissionais da área interessados em atualizar conhecimentos e ter acesso a informações técnicas qualificadas sobre métodos e processos relacionados ao tema. 

O evento, que teve sua primeira edição em agosto do ano passado, terá em sua programação duas palestras, com um coffee break. Os participantes receberão certificado de participação.

A primeira palestra, ministrada pela física e diretora-presidente da Sapra Landauer, Yvone Maria Mascarenhas, abordará a importância e desafios do controle de doses de dosimetria pessoal em radiologia intervencionista, tratando de aspectos de prevenção e análise de dose a partir da dosimetria passiva desses profissionais. 

A segunda palestra abordará a superação de desafios em radiologia intervencionista, com propostas práticas de otimização da proteção radiológica. Ela será ministrada pela física Lucía Canevaro, pesquisadora no Instituto de Radioproteção e Dosimetria da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) e especialista em aplicações das técnicas fluoroscópicas em radiologia diagnóstica e intervencionista e colaboradora da Agência Internacional de Energia Atômica em temas relacionados à física médica.

As inscrições para o evento são gratuitas e podem ser feitas pela internet, por meio do site da Sapra Landauer. As vagas, porém, são limitadas. Inscreva-se já para garantir sua participação. Clique aqui e inscreva-se.

O uso da radiação ionizante em saúde tem se intensificado drasticamente nas últimas duas décadas. Equipamentos para uso em medicina intervencionista foram sendo aprimorados e passaram a trazer diversos benefícios à medicina e à saúde do paciente. 

Juntamente com esses benefícios tem-se observado um aumento significativo de pessoal ocupacionalmente exposto (POE) na radiologia intervencionista e também a ocorrência de doses de corpo inteiro mais elevadas do pessoal ocupacionalmente exposto do setor.

De acordo com Yvone Maria Mascarenhas, isso ocorre devido a características dos exames intervencionistas que, em geral, têm longa duração, bem como à criticalidade dos procedimentos e ao alto nível de taxa de radiação espalhada. 

A física e diretora-presidente da Sapra Landauer explica que, para garantir a segurança dos trabalhadores desse setor, é de fundamental importância a realização de treinamentos de proteção radiológica e o estabelecimento de procedimentos adequados, incluindo o posicionamento e o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) nas salas de radiologia intervencionista, bem como a avaliação apropriada das doses mensais a que os profissionais ocupacionalmente expostos estão sujeitos. 

A física e pesquisadora Lucía Canevaro, que ministrará a segunda palestra do evento, também enfatiza a importância da relação entre a qualidade da imagem e o desempenho dos exames e as doses de radiação que são ministradas ao paciente e aos trabalhadores do setor. Em sua palestra, ela propõe discutir as dificuldades encontradas para estabelecer estratégias de proteção radiológica no laboratório de hemodinâmica, assim como ações possíveis para otimizar as condições da exposição de profissionais e pacientes. 

Segundo ele, a consolidação dessas ações em radiologia intervencionista é um processo desafiador principalmente devido à falta de uma sólida cultura de proteção radiológica nas organizações. Em entrevista para a websérie  “Proteção Radiológica: Dicas, Entrevistas, Histórias e Curiosidades”, produzida pela Sapra Landauer, ela falou sobre os principais riscos e efeitos biológicos em radiologia intervencionista. Confira o vídeo com o depoimento.

Palestras: 

Dosimetria Pessoal em Radiologia Intervencionista
Palestrante: Yvone Maria Mascarenhas

Graduada em Física pela USP, com mestrado, doutorado e pós-doutorado pelo Instituto de Física e Química de São Carlos (IFQSC), da USP, com pesquisas sobre radiologia e dosimetria. É diretora-presidente da Sapra Landauer. Também tem mestrado pela Universidade de Yale, New Haven, e realizou projeto de pesquisa “sandwich” no Argonne National Lab e MBA na FEA – USP, em Ribeirão Preto. Atuou como coordenadora de projetos de pesquisa financiados por agências como CNPq e FAPESP. Tem experiência na área de Física, com ênfase em Radiologia e Dosimetria, atuando principalmente nos seguintes temas: proteção radiológica, produção raios-x, radiodiagnóstico, algebraic model e dosimetria.

Superando desafios em radiologia intervencionista. Propostas práticas de otimização da proteção radiológica
Palestrante: Dra. Lucía Canevaro

Pesquisadora no Instituto de Radioproteção e Dosimetria da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN). Tem experiência na área de física médica com ênfase nas aplicações das técnicas fluoroscópicas em radiologia diagnóstica e intervencionista. Colabora como perita e participa em projetos com a Agência Internacional de Energia Atômica em temas relacionados à física médica.